Hot, Hot...

So hot baby!

Como esse semestre eu considero perdido, sim, sim, qualquer plano que eu tenha só pode ser executado no ano que vem, agora é só aulas e aulas de cursinhos. (por favor, passem no vestibular de primeira, vida de cursinho é algo que eu não desejo pra ninguém). Eu decidi que pelo menos eu vou tentar fazer ele o mínimo agradável possível, pra compensar a minha saída diária às 13:00 de casa, no sol infernal da "Metrópole da Amazônia", sim. Sabe aquela coisa de turismo, de sempre falar bem de sua cidade e coisa e tal?
 Não rola.
Belém é um microondas, queridos. Graças as nossas amadas bacias hidrográficas que, morram de inveja, são enormes reservas e estão espalhadas em todos os becos possíveis dessa região, o índice de umidade é altíssimo, ao menos na região extremo norte, claro, por que a área do estado que faz fronteira com o centro-oeste também sofre da seca injuriosa que acomete nas épocas de inverno esses lugares. Enfim, voltemos a falar de onde eu estou. Aqui, devido a esse lindíssimo índice de umidade alto (recurso ironia ativo), quando os raios solares batem e refletem, eles tem dificuldade de sair (como se não bastasse a camada de ozônio pra isso, mesmo que a coitada esteje capengando graças aos inteligente seres humanos, nós) e o ar acaba aquecendo, lembrando que o ar está cheio de vapor d'água, agora imagine isso no sol à pino.
É, nós viramos pequenas máquinas ambulantes de produção de uréia (suor). Honestamente, quem usa preto nessas horas, é um louco desvairado. Simplesmente NÃO DÁ! Quer saber, eles deveriam inventar alguma coisa pra aproveitar todo esse suor, tenho certeza que Belém seria a capital de maior produção (recurso ironia ativo de novo). Enfim, eu vou me arrastando, com a temperatura de trinta graus, e a sensação térmica de quarenta mais todo aquele bafo quente que é o ar. Não é brincadeira.
Então, se você gosta mesmo de calor, venha pra cá, vai amar. Só não tem praia com oceano, quer dizer, na cidade, mas se servir tem rio pra tudo que é lado, que tal? Não tem tubarão, mas você corre grande risco de afundar, por que a densidade é menor e sem mencionar as correntezas. Se você morrer, tudo bem, daqui há uns três dias eles acham seu corpo boiando há uns dez ou quinze quilômetros de onde você inicialmente estava.
Sim, eu estou de mal-humor. Odeio suar e odeio calor.

Até --'

Um comentário:

  1. quando estou com calor auqi no rio, eu falo de calor de verdade 40 graus!!! reclama de barriga cheia filhote.. UAUSAUHSA

    beijos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante pra mim! :)