When you start talking...

I start walking. Lies, lies, lies.


Definitivamente as pessoas sofrem de memória curta. E incapacidade de auto-análise.
Olha que a gente muda com o passar do tempo, mas não enxergar as mudanças e ignorar os erros passados como se fossem inexistentes, é complicado. Eu já vi mudar cabelo, mudar estilo, mudar até opinião, mas personalidade e ideologia de forma tão brusca? Complicado.
Assumir uma postura que nota-se claramente uma forma de sobressair-se de um navio naufragando, é hilariante. A desimportância que situações passadas causam, o descomprometimento não só consigo mesmo, mas com outras pessoas que de longe sequer sabem por que tudo está ocorrendo.

Esse é um post pro RPG.
Eu entrei em 2007, na época do declínio, pode-se dizer. Mas ainda peguei uns bons momentos em que só tinha um personagem, em que "não haviam muitas regras". Mas sejamos francos, e aqui eu assumo que estou defendendo sim a minha comunidade, HT, a qual eu administro e amo, contra dizeres dos senhores da "razão" e subitamente, amigos da desburocracia e bondosos.

Alguns amigos estes que detinham habilidades impressionantes, e cujos amigos de amigos tinham habilidades impressionantes. Das melhores famílias, das mais influentes, dos mais poderosos, do club vip de Hogwarts. Essa foi a época que eu vivi. Então, eu só acho um absurdo negarem-se o fato de que muito do que acontece hoje, do controle da Administração sobre os jogadores, seja algo atual, que puft!  Que essa administração decidiu fazer, pois saiba que nenhuma administração é isolada, ela sofre influência das administrações anteriores, e influenciará as posteriores. Então, amigos da desburocracia, antes de posarem como herois do passado, e recuperadores da  "alegria" do RPG, tenham a coragem de bater no peito e assumir a culpa pelo que ele é hoje, por que ela foi sua. 

Falo aqui mais como jogadora do que administradora, não que isso tenha alguma diferença, já que as pessoas tendem a por a titulação sobre a personalidade, e generalizar o sentido das coisas. Tão sábios que ofuscam meus olhos quando leio as brilhantes explanações. O que mudou também, foram os jogadores. Ou alguém vai ter a coragem de dizer que não começou a combinar jogo quando ficou mais íntimo de determinadas pessoas? Que não criou fakes e fakes, ou por causa da Copa das Casas, ou por que queria ter mais, ou melhor ainda, não vão dizer que deixaram de ir atrás de novos jogos, a não ser em raros momentos de nostalgia quando tentamos recuperar o que éramos. Mas isso não acontece. Então, outro ponto interessante, é a súbito heroismo de pessoas em geral e as críticas massivas de mudança do RPG. Bem, partindo do princípio que é constituído de jogadores, e administrado por jogadores, se o RPG muda, é por que as pessoas dele mudam, certo?

Muito fácil usar política barata pra conquistar, do que fazer valer. Muito fácil acusar do que se entregar e admitir as falhas, em vez de elucidá-las em terceira pessoa, deixando a impessoalidade. Mas inesquecível mesmo é atacar uma que já se distanciou das demais, o que é a maior hipocrisia de todas, srta. Sá. O problema foi na sua HF, mas as críticas são para a HT.

Bato palmas.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante pra mim! :)