Resenhando: A Elite



Título: A Elite
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Número de páginas: 354
Classificação: ♥ ♥ 

Sinopse: A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.
America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.


Demorou, mas aqui está! Resenha da continuação do livro A Seleção da Kiera Cass (Vocês podem ler a resenha do primeiro aqui), A Elite. Agora o grupo de garotas selecionadas para disputarem a coroa se reduziu bastante, ficando só as seis favoritas e por isso a dinâmica da vivência do palácio também se modificou, todo aquele glamour e vida feliz e sem nada pra fazer do primeiro livro dá espaço para aulas de como se portar como uma princesa e coisas mais práticas como as funções que uma princesa e futura rainha tem que desempenhar. Elas agora tem que aprender a fazer festas, recepcionar pessoas importantes, desenvolverem projetos sociais e todas essas coisas que toda mulher de cara rico geralmente faz, pelo menos nos seriados norte-americanos. 

Bom, America continua irritante e a cada livro eu gosto menos dela, mas confesso que nesse particularmente ela está mais detestável. Como já havia dito na resenha da Seleção, America é uma egoísta, mimada e tão indecisa que dá vontade de entrar no livro e estapeá-la pelo menos a cada duas páginas lidas. Maxon continua cada vez mais fofo e nesse livro você acaba conhecendo mais sobre ele, sobre a criação dele, sobre as coisas com que ele tem que se preocupar, você conhece mais sobre quem é esse príncipe que tem que exercer uma função pesada vinte e quatro horas por dia sem tempo para descanso ou para ser leviano, embora ele acabe sendo. A gente também acaba conhecendo mais a Rainha que é uma mulher bem... Fraca, na verdade. Mas é compreensível, então eu acabei gostando dela. E descobre que o Rei não é um cara tão legal assim. No primeiro não dá pra dizer muita coisa sobre os dois porque as cenas que eles aparecem a personalidade deles acaba bem neutra, mas na Elite conseguimos discernir e ver quem é quem melhor. E, o elemento surpresa: Aspen volta. 

E aí que o livro perdeu a graça pra mim no que tange ao romance. Tá que triângulo amoroso pode ser legal quando bem construído, mas sinceramente? A Kiera fez uma verdadeira farofa aí nessa parte viu? Primeiro que ela desmoralizou a personagem dela, sinceramente a America além de parecer mais egoísta que nunca se torna superficial, porque ela muda tanto de opinião entre Aspen e Maxon que você pensa que ela tá indecisa entre que roupa vestir e não entre os supostos “amores” da vida dela. Sério, no final das contas eu terminei pensando que ela não gosta é de nenhum dos dois, só gosta de sentir amada. Ninguém pode amar duas pessoas ao mesmo tempo, ou até pode, mas definitivamente não seria da forma como ela anda fazendo nesse livro. Então... É, ela se tornou uma personagem detestável pra mim. E confesso que também não gostei do Aspen, ele acabou se tornando muito mandão e metido a sabe tudo, às vezes sinto como se ele pensasse ser superior a America só porque ela é mulher e detestei isso. E também pode ser que o fato de ter gamado no Maxon tenha fortalecido minha antipatia por ele. 

Por outro lado ficamos sabendo um pouco mais sobre os grupos rebeldes e, principalmente, sobre a construção de Illéa e do sistema de castas que era algo que eu estava esperando bastante e achei bem satisfatório. Na verdade, a parte da simbologia, dos ideais necessários para a manutenção e a forja de uma nação relativamente estável ficou muito boa nesse livro. Claro que ainda tem lacunas muito grandes e ainda que tenham vários ataques nesse, não tem bem ação porque só se restringe aqueles momentos e somente ali eles são o foco principal na narração, mas tudo bem. No geral, acho que A Elite foi melhor do que A Seleção, mas ainda assim tenho minhas ressalvas, embora recomende por que bem, se você começou uma série tem mais é que terminar! E fico por aqui, no aguardo de The One pra saber o que é que vai acontecer e que coisas mais toscas America vai aprontar daqui pra frente!

13 comentários:

  1. Amei esse livro *----*
    mal posso esperar por The One
    Beijos, Thaynara
    http://livroscombolinhos.blogspot.com.br/
    FB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha também to super na expectativa pra The One! D: bjs!

      Excluir
  2. Nossa, preciso deste livro !!!
    FB - http://feminalizando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahaha vi que gostastes :P Tomara que consigas tê-lo!

      Excluir
  3. Eu to fazendo um projeto para esse ano , 12 Livros em 12 Meses , e esse livro já foi p minha lista de desejos , adorei a resenha me deixou muito curiosa .
    Beijoos

    FB

    http://miga-nemteconto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai sério? Que bom! Espero que gostes quando ler, mas não esqueça de ler o primeiro volume da série: "A Seleção" Bjs!

      Excluir
  4. Comecei a ler A culpa é das estrelas depois de ler uma resenha em algum blog e já estou amando. Depois que termina vou ler A elite.

    Beijos estou seguindo seu blog e o facebook.

    FB:)

    bonecanotavel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis um livro que não tenho coragem de ler é esse do John Green. Sei não hein...

      Excluir
  5. Oi amei flor passando pra te avisar que a tag conhecendo a blogueira, em que você me fez pergunta já ficou pronta. Beijos de açúcar!
    Visita lá Piimenta Adocicada , Clique Aqui

    ResponderExcluir
  6. Quando eu fui comprar um livro meu eu vi esse livro e não dei muita bola pra ele mais agora que li sua sinopse fiquei interessada nele pode deixar que eu vá ler esse livro que é muito bom porque só de ler um trecho já fiquei mega curiosa.
    Beijos Cecília Figueiredo
    FB / http://thisgirlcrazy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom que minha resenha te despertou o interesse! Fico muito feliz! :D

      Excluir

Seu comentário é importante pra mim! :)