Impressões sobre o filme: Divergente


Título: Divergente
Direção: Neil Burger
Elenco: Shailene Woodley, Theo James, Kate Winslet
Duração: 2h19min
Nacionalidade: EUA




Então, finalmente assisti a adaptação cinematográfica da trilogia Divergente da Veronica Roth. Em primeiro lugar quero deixar claro que não sei resenhar sobre filmes, visto que sou uma completa leiga em tudo que gira em torno desse gênero artístico, obrigada. Por isso, isto aqui não é uma resenha, é mais um: o que eu achei do filme.

Eu resumiria da segunda forma: Mais um filme para o público infanto-juvenil que quer ter lucro, mas não quer gastar muito.

Eu me sentia assistindo Jogos Vorazes, desculpa aí.

E quando eu assisti Jogos Vorazes, eu me sentia assistindo Percy Jackson.

Não sei quais os elementos, mas existe algo nesses novos filmes infanto-juvenis que fazem com que todos eles pareçam a mesma coisa, sabe? Ainda que o enredo seja totalmente diferente. Não é uma questão de atores, ou de roteiro (na verdade, talvez seja o roteiro), é só que eles parecem muito enlatados e fazem a estória parecer algo tão besta.

O que é péssimo pra quem lê os livros e vê que são estórias boas.


Acho que Divergente foi superficial. Tudo bem, até aí é compreensível já que o filme tem o problema de ter um tempo pré-determinado de duração. Mas não superficial com a história, acredito que eles conseguiram encaixar bem muitos dos elementos presentes no livro, alterando uma coisa ou outra sem fazer perder o sentido ou a essência (e isso é difícil!). 

A superficialidade que falo foi da construção imagética dos cenários, das cenas, da relação entre os personagens e o contexto. Enfim, o que eu quero dizer é que mesmo com a explosão de imagens, elas não conseguiram me prender como os livros, cujo único recurso imagético se chama imaginação, entendem? E isso foi chocante, porque no mais, acho que poderia ter sido bom, se não tivesse a todo momento aquela sensação de “já vi isso antes”.

Além disso, eu não conseguia distinguir o ator do Al do ator do Will, pra mim eram a mesma pessoa e isso me deixou confusa, haha.

No mais é isso! E vocês, o que acharam?


5 comentários:

  1. Eu li todos os livros, mas como aqui na minha cidadezinha não tem cinema ainda não assisti o filme. Espero, espero mesmo que esteja bem fiel ao livro...

    Visita? :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hhahahaha, acredito que esteja fiel as cenas dos livros, mas não as emoções que ele provocou...

      Excluir
  2. Muitas coisas me incomodaram nesse filme, mas a principal dela foi a cronologia distorcida das cenas e algumas mudanças na relação dos personagens. Acho que acabou ficando tudo muito superficial, entende? O relacionamento da Tris com as pessoas da Audácia poderia ter sido melhor representado, principalmente sua amizade com a Cristina, que ficou meio vaga no meio de tantos acontecimentos - e isso vale para o relacionamento com o Quatro também.

    É um bom filme, sim, mas para quem não leu o livro.
    http://www.entreosmeusdramas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! A relação da Tris com os demais ficou mesmo superficial, tanto que você não sente absolutamente nada nos momentos mais tensos do filme (ou que deveriam ser), como sente quando lê eles nos livros. Enfim, embora tenha sido fiel, na medida do possível, ao livro. Ele ficou superficial demais na relação entre os personagens... Sem graça né? :(

      Excluir
  3. Eu achei uma adaptação relativamente digna visto que elas geralmente são patéticas. Mas concordo contigo com o negócio do Al e do Will HAHAHAHAH. Idênticos. Outra coisa que me incomodou foi que não deixaram explicito o relacionamento do Will e da Cristina e isso vai gerar uma lacuna no Insurgente. Eu fiz uma resenha do livro se quiser dar uma olhada :D

    http://diaryofdream-s.blogspot.com/2013/03/review-divergente.html

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante pra mim! :)